Os números continuam negros no que respeita a violência doméstica. Em apenas seis meses, 17 pessoas morreram vítimas deste crime e os registos têm aumentado quando comparados com o ano passado.

De acordo com dados semestrais a que a TVI24 teve acesso, de 1 de janeiro a 30 de junho houve mais 522 crimes de "violência doméstica contra cônjuge ou análogos" e mais 21 crimes de "violência doméstica contra menores".

Foram ainda registados outros 1169 crimes de violência doméstica, mais 188 do que em período homólogo em 2018. No total, foram registados, em apenas seis meses, mais 731 crimes de violência doméstica que em 2018.

Relativamente a detidos, a PSP deteve 349 pessoas, mais 51 do que no ano anterior. Apenas nos crimes de "violência doméstica contra menores" diminuíram os detidos, passando de dois detidos para um nos primeiros seis meses do ano.

Já segundo a Procuradoria-Geral da República, só no primeiro semestre de 2019 foram abertos 17.165 inquéritos, dos quais 7.819 deram entrada através  da PSP. Desses inquéritos, 10.909 acabaram arquivados e 2.781 deram origem a acusações. Os restantes continuam em investigação. Em 2018, foram abertos 32.042 inquéritos: 20.990 (65,5 %) foram arquivados e 4.613 (14,4%) resultaram em acusação.