A segunda morte por covid-19 em Castro Marim, no Algarve, está a chocar a população deste concelho.

Tratava.se de uma mulher de 42 anos, que tinha sido mãe há apenas nove meses, e que tinha outras doenças associadas.

A vítima estava internada há quase uma semana no hospital de Faro. Sofria de diabetes e hipertensão.

“Apesar de ser nova, tinha comorbilidades e chegou ao hospital já numa situação bastante crítica”, explicou Ana Cristina Guerreiro, delegada de saúde regional do Algarve.

A solidariedade para com a família estendeu-se ao concelho vizinho de Vila Real de Santo António, onde trabalhava esta mulher.

A autarquia está a dar apoio psicológico à família.

“Este vírus não toca apenas à população mais idosa. Toca em todas as idades”, alerta à TVI Conceição Cabrita, presidente desta Câmara.

Já em Castro Marim, o município está empenhado em controlar a pandemia e por isso vai testar toda a população. Já há mais de mil inscritos para a testagem que vai começar este fim de semana num pavilhão. Foram comprados 4 mil testes rápidos.

/ Carla Marques Cordeiro