A Polícia Judiciária (PJ) de Braga deteve um homem de 74 anos pela presumível autoria de um incêndio florestal registado na segunda-feira em Veade, Celorico de Basto.

Em comunicado, divulgado nesta quarta-feira, a PJ acrescenta que o incêndio consumiu vegetação herbácea, mato e arvoredo, não tendo atingido maiores proporções devido à rápida intervenção dos bombeiros.

O detido é reformado e residente na freguesia “onde ateou o incêndio, tendo recorrido a chama direta para a respetiva ignição”.

Terá atuado num quadro de vingança e retaliação”, refere ainda o comunicado.

O suspeito foi intercetado na segunda-feira por um militar da GNR, que se encontrava de férias.

Segundo a GNR, estava junto do incêndio e tinha na sua posse velas, sacos, uma serra de mão e um cutelo.

O caso passou para a Polícia Judiciária, que entretanto deteve o suspeito.

As diligências realizadas por esta polícia permitiram a recolha de substanciais elementos de prova, que conduziram à detenção do indivíduo que, hoje, será presente à autoridade judiciária competente para primeiro interrogatório de arguido detido e aplicação de medidas de coação tidas por adequadas”, indica, ainda o comunicado da PJ.

/ CM