O infecciologista Luís Tavares disse esta quinta-feira em entrevista à TVI que a China tem agido de forma correta na luta contra o coronavírus e acredita que não há motivos para preocupação em Portugal.

A situação está a ser acompanhada diariamente e em permanência, quer pela Organização Mundial de Saúde, quer, internamente, pela Direção-Geral da Saúde. Estamos numa fase muito inicial do desenvolvimento de uma epidemia que espero que seja contida”, disse. 

Luís Tavares admite esperar que a epidemia não extravase e não provoque demasiados danos fora da cidade de Wuhan. O infecciologista afirmou ainda que os casos registados no território chinês aconteceram porque existiu uma movimentação descontrolada de pessoas.

Ainda assim, na opinião de Luís Tavares, a China tem controlado este surto de forma eficaz.

Controlou e controlou bem, isolando a cidade, proibindo os transportes e a movimentação de pessoas de Wuhan. Espero que não venha a acontecer nada de muito calamitoso, quer para Portugal, quer para qualquer país europeu", afirmou.

O infecciologista concorda ainda com a ministra da Saúde quando esta diz que o risco do coronavírus para a população portuguesa é baixa.

/ HCL