A chuva forte que caiu ao início da manhã provocou inundações na localidade de Vila Real de Santo António. O Comando Distrital de Operações e Socorro (CDOS) de Faro registou 41 ocorrências mas nenhuma delas considerada grave.

Na resolução das situações estão envolvidos 13 veículos e 28 operacionais, entre bombeiros se forças da segurança.

O pico da chuva aconteceu às 7.00 da manhã, altura em que o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) registou uma precipitação de 42,1 milímetros por hora, o que é considerado um aguaceiro forte.

Tratou-se de aguaceiros fortes e muito localizados, tal como já tinha sido previsto pelos serviços meteorológicos", explica à TVI24 o porta-voz do CDOS de Faro.

Depois disso, a precipitação diminuiu consideravelmente e às 8.00 era já de 23,9 milímetros por hora.

Isto provocou um conjunto de inundações de superfície dentro do perímetro urbano de Vila Real de Santo António, que comprometeu algumas vias rodoviárias e afetou algumas habitações", explica o CDOS de Faro.

Esta manhã foram registadas 41 ocorrências relacionadas com inundações no concelho de Vila Real de Santo António mas nenhuma foi considerada grave.

"As situações têm sido todas resolvidas a nível local, ou seja, não houve necessidade de reforço de meios, apesar de estarem preparados desde ontem", sublinha o porta-voz do CDOS, garantindo que, com a diminuição da precipitação espera-se que a situação fique regularizada ao longo da manhã.

Todo o Algarve está hoje sob Aviso Laranja, por causa da previsão de precipitação forte.

Maria João Caetano