O Hospital dos Covões esgotou a sua capacidade e deixou esta terça-feira de receber novos doentes. Todas as ambulâncias que se destinavam a este hospital, que pertence ao Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, e que só tratava doenças respiratórias, estão a ser desviadas para o pólo central.

Os últimos números do Hospital dos Covões apontam para uma taxa de ocupação das enfermarias de 99%: há 363 doentes internados para 368 camas disponíveis. Também nos cuidados intensivos a situação é complicada: há 52 doentes para 60 camas, o que representa uma taxa de ocupação de 87%.

O Conselho de Administração do hospital confirmou à TVI que os Covões deixaram momentaneamente de receber doentes. Esta situação vai causar uma pressão acrescida no pólo central, que recebe doentes de todas as outras urgências e com diferentes patologias. Esta tarde, eram 18 a 20 as ambulâncias que ali se encontravam, em fila, para aceder ao serviço de urgência.

António Crespo