A PSP deteve doze pessoas que se barricou e posicionou "estrategicamente" num terraço de um bairro social de Lisboa. Segundo as autoridades, os suspeitos tinham coletes à prova de bala e várias armas de fogo.

Em comunicado, a PSP explicita que os 12 homens, com idades entre os 17 e os 38 anos, foram detidos em flagrante delito no âmbito de uma operação policial que surgiu “depois de uma série de denúncias que davam conta de um grande grupo de indivíduos se ter barricado e posicionado estrategicamente num terraço de um bairro social de Lisboa, munidos de coletes balísticos e com várias armas de fogo na sua posse”.

Segundo o comunicado, as denúncias davam conta de confrontos entre grupos "rivais", alegadamente relacionados com negócios ilícitos entre ambos.

A PSP precisou que os homens foram detidos por crimes contra a vida, resistência e coação sobre funcionário, bem como por posse de arma de fogo.

Dessa forma, a PSP fez uma rápida intervenção na qual foi possível deter todos os 12 homens. Na sequência da operação foi ainda possível apreender mais de cinco mil euros em numerário, 228 munições de vários calibres, 12 armas de fogo, das quais uma automática, sete telemóveis, três coletes balísticos, cinco carregadores e um silenciador.

Os detidos têm um historial de crimes violentos e ficaram sujeitos a termo de identidade e residência, alguns com apresentações periódicas.

Redação