A linha ferroviária do Norte foi reaberta à circulação “nos dois sentidos e sem restrições”, informou a Infraestruturas de Portugal (IP), após um comboio de mercadorias abalroar uma viatura ligeira este sábado de manhã, na zona de Fornos, Coimbra.

A linha ferroviária do Norte foi totalmente reaberta à circulação nos dois sentidos e sem qualquer restrição, às 11:12”, informou à agência Lusa a Infraestruturas de Portugal (IP).

A linha do Norte esteve cortada nos dois sentidos, a partir das 08:12, entre as estações Coimbra B e Souselas, na zona de Fornos, freguesia de Trouxemil e Torre de Vilela, concelho e distrito de Coimbra, após um comboio de mercadorias ter abalroado uma viatura ligeira de passageiros.

O incidente ocorreu na passagem de nível (PN) ao km 223,100, uma PN automática em perfeitas condições de funcionamento, quando a viatura terá, aparentemente, tentado contornar as barreiras”, explica um comunicado da IP.

Segundo a nota de imprensa, a circulação começou por ser feita, “com restrições de velocidade à passagem pelo local,” pelas 10:00, no sentido norte-sul”, enquanto os trabalhos de remoção da viatura, que “chegou a ocupar as duas vias de circulação”, era feito e agora está reaberta na totalidade.

Inicialmente, fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) tinha dito à agência Lusa que a linha do Norte tinha estado cortada apenas no sentido Sul-Norte.

Segundo a mesma fonte, o “abalroamento de uma viatura ligeira de passageiras por um comboio de mercadorias provocou um ferido ligeiro, o condutor da viatura, que foi transportado para os Hospitais de Coimbra”.

De acordo com o CDOS, o alerta foi dado às 08:12 e, no local, estiveram 27 operacionais apoiados por 10 viaturas.

/ LF