Todos os concelhos da Área Metropolitana de Lisboa (AML) estão sob risco muito elevado de incidência de covid-19, ficando sujeitos às medidas mais restritivas no âmbito da pandemia, segundo o mapa de risco anunciado, nesta quinta-feira, pelo Governo.

A lista de municípios em risco muito elevado divulgada pela ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, durante a conferência de imprensa após o Conselho de Ministros, em Lisboa, passou a incluir Setúbal e Palmela, que se juntam assim aos restantes 16 concelhos da AML, que na semana passada já se encontravam no grupo de risco muito elevado.

Os 18 concelhos da AML, todos de risco muito elevado:

  • Alcochete
  • Almada
  • Amadora
  • Barreiro
  • Cascais
  • Lisboa
  • Loures
  • Mafra
  • Moita
  • Montijo
  • Odivelas
  • Oeiras
  • Palmela
  • Seixal
  • Sesimbra
  • Setúbal
  • Sintra
  • Vila Franca de Xira

O nível de risco muito elevado é aplicado aos concelhos que registem, pela segunda avaliação consecutiva, uma taxa de incidência de covid-19 superior a 240 casos por 100.000 habitantes nos últimos 14 dias (ou superior a 480 se forem concelhos de baixa densidade populacional).

Entre as regras para os concelhos de risco muito elevado estão o teletrabalho obrigatório e a possibilidade de restaurantes, cafés e pastelarias funcionarem até às 22:30 (no interior com o máximo de quatro pessoas por grupo e em esplanadas com o máximo de seis pessoas por grupo), com a particularidade de que às sextas-feiras a partir das 19:00 e aos sábados, domingos e feriados durante todo o horário de funcionamento o acesso a restaurantes para serviço de refeições no interior está permitido apenas aos portadores de certificado digital ou teste negativo.

Espetáculos culturais até às 22:30; ginásios sem aulas de grupo; casamentos e batizados com 25% da lotação; funcionamento de comércio a retalho alimentar até às 21:00 durante a semana e até às 19:00 ao fim de semana e feriados, e comércio a retalho não alimentar até às 21:00 durante a semana e até às 15:30 ao fim de semana e feriados são outras das medidas a aplicar a este grupo de municípios.

Apenas cinco concelhos fora de risco no Porto

O número de concelhos da Área Metropolitana do Porto sob risco elevado ou muito elevado mais do que duplicou numa semana, passando de cinco para 12, segundo o mapa de risco.

A lista de municípios em risco muito elevado passou a incluir Matosinhos e Vila Nova de Gaia

Concelhos da AMP em risco muito elevado (4):

  • Matosinhos
  • Vila Nova de Gaia
  • Porto
  • Santo Tirso

Concelhos da AMP em risco elevado (8)

  • Trofa
  • Arouca
  • Espinho
  • Gondomar
  • Maia
  • Paredes
  • Póvoa de Varzim
  • Valongo

Dos 17 concelhos que integram a Área Metropolitana do Porto, ficam excluídos dos dois grupos de risco Oliveira de Azeméis, Santa Maria da Feira, São João da Madeira, Vale de Cambra e Vila do Conde.

Veja também:

/ CM