A equipa técnica multidisciplinar constituída para apresentar propostas concretas em matéria de violência doméstica vai reunir-se pela primeira vez a 7 de março, instituído como dia de luto nacional pelas vítimas de violência doméstica.

Em declarações aos jornalistas na conferência de imprensa da reunião de Conselho de Ministros, a ministra da Presidência e da Modernização Administrativa anunciou a aprovação da constituição da equipa, que já tinha sido decidida há um mês, e disse que será coordenada pelo procurador Rui do Carmo, atual responsável pela Equipa de Análise Retrospetiva de Homicídio em Violência Doméstica.

De acordo com Mariana Vieira da Silva, a nova equipa terá de apresentar no prazo de três meses um relatório com propostas concretas sobre recolha de dados quantitativos, aperfeiçoamento dos mecanismos de proteção das vítimas nas primeiras 72 horas seguintes à apresentação de queixa e reforço dos modelos de formação.

A ministra confirmou que, tal como já tinha anunciado na quarta-feira, o Conselho de Ministro instituiu o dia 7 de março como o dia nacional de luto pelas vítimas de violência doméstica e respetivas famílias.