Mais de 5,8 milhões de pessoas já têm a vacinação completa em Portugal, um número que corresponde a 57% da população do país, num momento em que as autoridades de saúde já administraram mais de 7,059 milhões de primeiras doses.

De acordo com a última atualização do relatório de vacinação, comunicado esta terça-feira pela DGS, já foram distribuídas quase 12,6 milhões de doses (12.597.147) das mais de 13,644 milhões de vacinas recebidas.

A região do Alentejo é a que, até ao momento, tem uma maior percentagem de pessoas com o processo vacinal concluído (61%), seguindo-se a região Centro que já inoculou plenamente 60% da sua população. 

Em sentido inverso, Lisboa e Vale do Tejo é a que tem uma menor densidade populacional totalmente vacinada (55%), sendo que o número ascende esta segunda-feira na região Norte aos 56%.

Relativamente à administração de primeiras doses, a região Centro que lidera com 70% da população inoculada com uma dose. No Alentejo, esta número está nos 69%

Em Portugal, a campanha de vacinação contra a covid-19 iniciou-se em 27 de dezembro de 2020, sendo administradas atualmente as vacinas de dose única (Janssen) e de dose dupla (Pfizer/BioNTech, Moderna e AstraZeneca).

Comparativamente ao relatório precedente, numa semana o número de pessoas com a vacinação completa cresceu 5%, ao passo que com a primeira dose foi de 2%.

Os dados mais recentes da campanha de vacinação recuam até domingo, 01 de agosto, e abrangem a inoculação de pessoas a partir dos 16 anos.

Os jovens dos 16 aos 17 anos incluídos no relatório, nomeadamente com Trissomia 21, têm indicação para vacinação (com a vacina da Pfizer/BioNTech) ao abrigo de uma norma da DGS sobre grupos prioritários que foi atualizada em março de 2021.

Por faixas etárias, a dos 25-49 anos foi a que avançou mais na vacinação na última semana, com 50% das pessoas (1,6 milhões) a terem o ciclo vacinal concluído, seguindo-se os jovens dos 18-24 anos, com 12% (90.620) com o esquema completo e 20% (157.703) com pelo menos uma dose administrada.

As pessoas mais velhas, que começaram a ser vacinadas mais cedo, estão entre as mais imunizadas, com 86% (50-64 anos) a 96% (65 anos em diante) com a vacinação completa.

O relatório contabiliza, ainda, entre os jovens dos 16 aos 17 anos abrangidos pela excecionalidade prevista na norma de março da DGS, 5.496 com a primeira dose da vacina Pfizer/BioNTech e 2.880 com a segunda e última dose.

Portugal recebeu 13,6 milhões de doses de vacinas e distribuiu 12,5 milhões.

No país, desde o início da pandemia, em março de 2020, morreram 17.397 pessoas e foram registados 974.203 infetados, de acordo com o mais recente boletim da DGS.

A covid-19 é uma doença respiratória causada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e que se disseminou rapidamente pelo mundo.

A variante Delta do vírus, mais contagiosa, prevalece acima dos 95% em todas as regiões portuguesas, sendo de 100% no Norte, no Algarve e na Madeira, segundo o Instituto Nacional de Saúde Ricardo Jorge.