Açores registam este sábado mais um óbito, subindo assim para seis o total de mortes de pessoas infetadas com o novo coronavírus, responsável pela covid-19, na região.

A informação foi avançada esta tarde pelo diretor regional da Saúde, Tiago Lopes, depois de a Autoridade de Saúde Regional ter adiantado, de manhã, que se registaram 22 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, dos quais 21 são em São Miguel e um na Graciosa, anunciou a Autoridade de Saúde Regional.

Os casos diagnosticados na ilha de São Miguel reportam-se a 16 indivíduos do sexo feminino, entre os 25 e 99 anos de idade, e cinco indivíduos do sexo masculino, entre os 42 e 93 anos de idade, relacionados com o Lar da Santa Casa da Misericórdia do Nordeste, estando a ser acompanhados pela Delegação de Saúde Concelhia", informa o comunicado enviado hoje.

A Autoridade de Saúde Regional adianta ainda que estão "em curso os procedimentos com vista à sua transferência para o Centro de Saúde do Nordeste, Hospital do Divino Espírito Santo de Ponta Delgada e isolamento em contexto domiciliário e/ou alojamento disponibilizado para o efeito".

O caso da ilha Graciosa diz respeito a "um indivíduo do sexo feminino com 57 anos de idade, que se encontra em contexto domiciliário, estando a ser acompanhado pela Delegação de Saúde Concelhia e em curso os procedimentos definidos para caso confirmado e de vigilância de contactos próximos".

Os Açores registam, até ao momento, 128 casos, dos quais 14 já recuperaram e 109 mantêm-se ativos, verificando-se seis mortes na região de pessoas infetadas pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2).

São Miguel é a ilha mais afetada pelo surto, com 81 casos, seguindo-se o Pico, com nove, o Faial, a Terceira e a Graciosa, com cinco casos cada uma, e São Jorge com quatro.

Não há, ainda, casos registados em Santa Maria, Flores e Corvo.

. / JGR