Bombeiros voluntários de todas as capitais de distrito do país vão receber, na quinta-feira, um almoço constituído por leitão à Bairrada, bacalhau à rei e pastéis de Tentúgal, em reconhecimento pela dedicação demonstrada em tempos de pandemia.

No total, serão oferecidas aos bombeiros mais de duas mil refeições, que começam a ser confecionadas às 04:00, na Mealhada, e distribuídas a partir das 08:00, de forma a garantir a sua entrega a tempo e horas, de Bragança a Faro.

O presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, Jaime Marta Soares, agradece esta iniciativa solidária - desenvolvida pelo restaurante Rei dos Leitões, em parceria com a Caxamar - por reconhecer os valores dos "soldados da paz".

Estar presente nesta fase é muito importante, pois são conhecidas as dificuldades que os bombeiros voluntários enfrentam, enquanto profissionais que atuam na linha da frente no combate à pandemia", justifica António Paulo Rodrigues, do restaurante Rei dos Leitões.

Para o responsável, este ato representa o "espírito de entreajuda, tão característico do povo português".

Os [bombeiros] voluntários são muitas vezes esquecidos, mas, na verdade, são merecedores de reconhecimento, salvam vidas e nunca se negam a ajudar o próximo, como ficou evidente nesta pandemia. A responsabilidade social constitui-se como um dos valores da nossa empresa, pelo que temos todo o gosto em poder contribuir", refere Gonçalo Bastos, da empresa Caxamar.

O Rei dos Leitões, na Mealhada, está em funcionamento há mais de sete décadas, apostando na cozinha tradicional, com destaque para o leitão à moda da Bairrada.

Já a Caxamar, sediada em Ourém e que trabalha há mais de 30 anos no mercado nacional e internacional, é uma empresa de transformação de bacalhau.