Portugal registou esta segunda-feira mais 74 mortes e 4.044 casos de covid-19, indica o relatório de situação epidemiológica divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS). 

Nesta altura, Portugal conta assim com um total de 264.802 casos de covid-19, 84.004 ativos (mais 62 do que ontem) e 3.971 mortes.

Quanto ao número de doentes internados, são esta segunda feira mais 90 do que ontem, num total de 3.241 doentes em enfermaria e ainda 498 em cuidados intensivos (mais sete do que no dia anterior).

Já se encontra disponível o relatório de situação de hoje, 23 de novembro, que pode ser consultado integralmente em...

Publicado por Direção-Geral da Saúde em  Segunda-feira, 23 de novembro de 2020

O número de doentes recuperados subiu para 176.827, mais 3.908 do que no dia anterior.  Em vigilância estão 82.025 contactos de pessoas infetadas, mais 358 do que no relatório divulgado no domingo.

O Norte é a região do país com maior número de casos e de mortes: regista esta segunda-feira mais 2.258 casos (137.621 no total) e mais 35 mortes (ao todo, 1.857).

Segue-se Lisboa e Vale do Tejo, com mais 1.052 novos casos (90.035 no total) e mais 26 óbitos, 1.447 ao todo. 

No Centro há mais 490 casos, 25.503 no total, e mais dez vítimas mortais, 509 ao todo. No Algarve o número de casos subiu para 4.805, mais 126 do que no dia anterior, e mais uma morte, 43 no total. No Alentejo, há mais 68 casos, 5.237 no total, e mais dois óbitos, ao todo, 98 vítimas mortais.

Nas regiões autónomas, os Açores registam 810 casos (mais 31 do que no dia anterior) e o número de mortes manteve-se inalterado nos 15 óbitos. Já a Madeira contabiliza mais 19 casos (791 no total) e também mantém o número de mortes, duas até à data.

Quanto à caracterização demográfica dos casos, foram infetados em Portugal 116.915 homens e 143.055 mulheres. Segundo o boletim da DGS, 4.832 casos têm sexo desconhecido e encontram-se sob investigação, "uma vez que estes dados não são fornecidos de forma automática". 

Morreram de covid-19 em Portugal 2.056 homens e 1.915 mulheres. 
 

Bárbara Cruz