A GNR encerrou esta segunda-feira um restaurante na Gafanha da Nazaré, Aveiro, que se encontrava a funcionar com cinco pessoas no interior.

Os militares chegaram ao local e depararam-se com a violação das normas em vigor para a contenção da pandemia de covid-19, que impedem o funcionamento deste tipo de estabelecimentos.

Na sequência da inspeção, a GNR identificou o proprietário, de 74 anos, tendo sido ainda elaborados cinco autos de contraordenação, um deles por violação da suspensão de atividade e quatro por incumprimento do dever geral de recolhimento obrigatório.

A GNR recorda que, de acordo com as medidas impostas pelo estado de emergência face à evolução da situação epidemiológica do país, encontram-se suspensas as atividades de comércio a retalho e de prestação de serviços em estabelecimentos abertos ao público, ou de modo itinerante, com exceção daquelas que disponibilizem bens de primeira necessidade ou outros bens considerados essenciais", pode ler-se no comunicado.

Desde janeiro que os restaurantes foram obrigados a encerrar portas, medida idêntica à tomada pelo Governo em março de 2020.

António Guimarães