A secretária de Estado da Saúde adjunta, Jamila Madeira, avançou, esta sexta-feira, na conferência de imprensa conjunta da Direção-Geral da Saúde (DGS) e do Ministério da Saúde, que a linha SNS24 será gratuita durante todo o período de pandemia de Covid-19.

A Secretária de Estado da Saúde não negou constrangimentos sobre o funcionamento da linha SNS24 e anunciou que já esta sexta-feira foram contratados mais 112 enfermeiros.

Jamila Madeira destaca o aumento do número de chamadas atendidas em simultâneo ao longo da semana e que a Linha de atendimento está "atualmente nas 1000 e a trabalhar para as 2.000 chamadas".

Também um call center com mais 100 profissionais foi implementado, esta sexta-feira, no Algarve.

Na conferência foi feito ainda um apelo aos portugueses assintomáticos para não contactar a Linha SNS24 para pedir informações, mas sim para consultar o novo site do Ministério da Saúde dedicado ao novo coronavírus.

Com as ordens profissionais ligadas ao setor da Saúde o Governo, disse também Jamila Madeira, está a trabalhar para “melhorar a capacidade de resposta” da linha.

Jamila Madeira disse também que as entidades do setor “têm vindo a ser reforçadas” com mais meios de proteção. “Temos reservas e recebemos mais material desinfetante e equipamento de proteção”, explicou.

Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde (DGS) atualizou este sábado o número de infetados, que registou o maior aumento num dia (57), ao passar de 112 para 169, dos quais 124 estão internados.

Rafaela Laja