Há um novo surto no concelho de Mora. Um lar da vila alentejana já tem 51 infetados entre funcionários e utentes. Trata-se da Associação de Solidariedade do Cabeção.

Os primeiros casos foram detetados no início da semana, quando foi efetuada a primeira testagem.

Ao todo, foram diagnosticados com o novo coronavírus 21 funcionários e 30 utentes.

Perante os números, o presidente da Câmara Municipal de Mora afirma que não existem condições para tratar as pessoas doentes. Luís Simão diz mesmo que a autarquia não está a ter a assistência necessária por parte das autoridades de saúde e pede ajuda para resolver o problema.

⚠️INFORMAÇÃO

A Câmara Municipal de Mora procura pessoas para auxiliar no Lar da Associação de Cabeção de Solidariedade...

Publicado por Câmara Municipal de Mora em  Sexta-feira, 18 de dezembro de 2020

Luís Simão afirma que quando ocorreu outro surto na vila, na primeira vaga, a ajuda dada pelas autoridades foi melhor, ainda que ressalve que compreende que é difícil, até porque existem vários surtos no distrito de Évora. 

O autarca reuniu-se este sábado com as autoridades, ficando acordado que os utentes não infetados vão ser transferidos para outro local.

Redação / AG