O número de mortes por Covid-19 em Portugal subiu para 60, segundo o boletim divulgado esta quinta-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

Registaram-se mais 17 óbitos nas últimas 24 horas, e a região Norte voltou a registar a maior subida, passando agora a ter 28 vítimas mortais (mais oito que no último balanço). A região Centro registou mais três mortes, e passa a ter um total de 13, enquanto a região de Lisboa e Vale do Tejo passa a ter 18 vítimas mortais (mais seis). As restantes regiões de origem dos infetados mantêm-se sem vítimas mortais.

O número total de infetados subiu para 3.544 (mais 549 casos), uma subida de 18,3% face ao último boletim. Estão a aguardar resultado laboratorial 2.145. As autoridades 14.994 casos a serem vigiados pelas autoridades.

Os casos recuperados também registaram um aumento significativo, e quase duplicaram. São agora 43 as pessoas que já recuperaram do novo coronavírus em Portugal, mais 21 relativamente ao último balanço.

Outro dado positivo tem que ver com os casos internados. São agora 191 as pessoas que estão internadas (menos 10 que no boletim anterior), das quais 61 estão em unidades de cuidados intensivos (número que se mantém). Isto significa que a percentagem de doentes internados é de 5,5%

A faixa etária dos 40-49 continua a ser a com mais casos registados, com 671 pacientes diagnosticados com a doença.

Lisboa (284) e Porto (259)  também continuam a ser os concelhos com mais casos positivos. O terceiro concelho mais afetado é, agora, Vila Nova de Gaia, que ultrapassou a Maia. Destaque ainda para o concelho de Ovar, que mais do que duplicou o número de casos, passando agora a totalizar 119 infetados (mais 61 que no último balanço).

A cefaleia passa a ser o sintoma mais comum, e manifesta-se em 63% dos doentes.

Outro dado interessante diz respeito à caraterização dos casos, e verifica-se que 80% dos óbitos são casos de pessoas com 70 ou mais anos. Continua sem se registar qualquer morto em idades abaixo dos 50 anos. A prevalência da doença nos homens também outro dado a registar, e está aprofundada aqui.

/ AG