Portugal regista mais 4.452 novos casos de infeção por SARS-CoV-2 e mais 81 mortos. São os mais recentes dados divulgados pela Direção-Geral de Saúde (DGS), no boletim epidemiológico divulgado esta terça-feira.

Segundo o boletim, 66% dos novos casos situam-se na região Norte, que contabilizou nas últimas 24 horas mais 2.941 infeções, seguido de Lisboa e Vale do Tejo, com 812 novos casos. Foi também no Norte que se registou o maior número de mortes (43), seguido igualmente da região de Lisboa e Vale do tejo, onde se registaram 21 mortos por covid-19. 

Há agora um total de 230.124 casos confirmados e 3.553 mortes por covid-19 em Portugal, desde o início da pandemia. Recuperaram da doença 149.445 (7.290 nas últimas 24 horas). Estão esta terça-feira ativos 77.126 casos, menos 2.919 do que na segunda-feira.

Esta terça-feira, há menos 12 pessoas internadas, num total de 3.028. Em contrapartida, há mais cinco pessoas em cuidados intensivos do que na segunda-feira, num total de 431. 

Os doentes nas unidades de cuidados intensivos atingiram, assim, nas últimas 24 horas, o valor mais elevado desde o início da pandemia, em março.

Boletim Dia 17 by TVI24 on Scribd

Na região Centro registaram-se mais 353 casos de infeção, contabilizando-se agora 21.406 e 444 mortos.

No Alentejo foram registados mais 243 novos casos de covid-19, totalizando 4.547 e 83 mortos.

A região do Algarve tem hoje notificados mais 65 casos de infeção, somando 4.238 casos e 36 mortos desde o início da pandemia.

Na Região Autónoma dos Açores foram registados 11 novos caso nas últimas 24 horas, somando 625 infeções detetadas e 15 mortos desde o início da pandemia.

A Madeira registou 27 casos nas últimas 24 horas, contabilizando 721 infeções e dois óbito.

Os casos confirmados distribuem-se por todas as faixas etárias, situando-se entre os 20 e os 59 anos o registo de maior número de infeções.

O novo coronavírus já infetou em Portugal pelo menos 101.427 homens e 124.201 mulheres, de acordo com os casos declarados.

O boletim de hoje refere que há 4.496 casos confirmados de sexos desconhecidos que se encontram sob investigação, uma vez que estes dados não são fornecidos de uma forma automática.

Do total de vítimas mortais, 1.813 eram homens e 1.740 mulheres.

O maior número de óbitos continua a concentrar-se nas pessoas com mais de 80 anos.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.328.048 mortos resultantes de mais de 55 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Manuela Micael / Atualizada com Lusa às 16:06