Portugal registou esta terça-feira mais três mortos e 111 infetados com o novo coronavírus nas últimas 24 horas.

O país regista agora 50.410 casos de infeção e 1.722 mortos desde o início da pandemia.

O boletim diário da Direção-Geral de Saúde dá conta de uma taxa de crescimento de casos de infeção e de óbitos de 0,2%, sendo que o aumento de casos diários registados é o menor desde o dia 11 de maio, dia em que as autoridades de saúde detetaram 98 novos casos.

As três vítimas mortais foram registadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, onde há mais surtos ativos de Covid-19, e que esta terça-feira totaliza 25.617 casos, mais 68 do que no dia anterior.

Uma das vítimas tinha entre 60 e 69 anos, outra estava na faixa etária dos 70/79 anos e a terceira tinha mais de 80 anos.

Boletim DGS - 28 de julho by TVI24 on Scribd

O Norte tem mais 24 casos (18549 no total, 828 óbitos), o Centro mais onze (4422 casos, 252 óbitos), o Alentejo mais seis (697 casos, 21 óbitos) e o Algarve não regista qualquer alteração (853 casos, 15 óbitos). Nos Açores há mais dois infetados (167 casos e 15 mortes). A Madeira regista ainda 105 casos.

Desde março, já conseguiram recuperar da doença 35.626 pessoas - mais 251 quando comparados com o número registado esta segunda-feira.

Há ainda menos 12 infetados internados do que no boletim de ontem, estando o número situado esta terça-feira nos 402.

De acordo com o documento, 41 doentes continuam internados em Unidades de Cuidados Intensivos, menos quatro do que esta segunda-feira.

Por faixas etárias, o maior número de óbitos concentra-se nas pessoas com mais de 80 anos (1.156), seguidas das que tinham entre 70 e 79 anos (333), entre 60 e 69 anos (153) e entre 50 e 59 anos (55). Há ainda 20 mortos registados entre os 40 e 49 anos, três entre os 30 e 39 e dois entre os 20 e 29 anos de idade.

Em termos globais, há mais infetados na faixa etária entre 40 e 49 anos (8.333, mais 12 casos do que na véspera), depois entre 30 e 39 anos (8.236, um aumento de 9 casos), 20 e 29 anos (7.704, mais 22 casos), 50 a 59 anos (7.642, mais 14), seguida das pessoas com mais de 80 anos (5.793, mais 20).

Redação / SS - atualizada às 14:21