A PSP de Lisboa está identificar, este sábado, todos os automobilistas que atravessam a Ponte 25 de Abril, no sentido norte-sul, no âmbito das medidas para travar movimentos desnecessárias em altura de pandemia.

A maior parte das pessoas confirmam-nos que irão para casa, que estão a cumprir as indicações dadas pela Direção Geral de Saúde e pela PSP. Ainda assim há alguns condutores que estão em incumprimento. Daí estarmos a fazer uma interpelação a todos os condutores”, disse aos jornalistas, no local, a subcomissária da PSP da Cátia Pires.

Até ao meio da tarde, ainda não havia detenções a registar.

A operação, que está a provocar longas filas de trânsito, iniciou-se às 14:00, não havendo ainda hora determinada para a sua conclusão.

Portugal encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até às 23:59 de 02 de abril, obrigando as populações a limitar as deslocações a razões imponderáveis.

Segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se no país 100 mortes, mais 24 do que na véspera (+31,5%), e registaram-se 5.170 casos de infeções confirmadas, mais 902 casos em relação a sexta-feira (+21,1).

Dos infetados, 418 estão internados, 89 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 43 doentes que já recuperaram.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 600 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram quase 28.000.

Dos casos de infeção, pelo menos 129.100 são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

/ MM