O uso das máscaras ou viseiras por crianças nas escolas e nos transportes públicos passa a ser obrigatório a partir dos 10 anos, foi decidido esta sexta-feira pelo Governo.

O comunicado do Conselho de Ministro clarifica que “a obrigatoriedade do uso de máscaras ou viseiras nas escolas e na utilização de transportes coletivos de passageiros se aplica às crianças com idade igual ou superior a dez anos”.

Esta clarificação é uma das medidas incluídas na nova fase de desconfinamento que se inicia na segunda-feira.

Na primeira fase de desconfinamento, que se iniciou a 4 de maio, a obrigatoriedade de máscaras era a partir dos seis anos de idade.

Portugal está desde 3 de maio em situação de calamidade, depois de três períodos consecutivos em estado de emergência desde 19 de março na próxima segunda-feira vai entrar na segunda fase de desconfinamento.

Entre as medidas estão a retoma das visitas em lares, a reabertura das creches e dos equipamentos sociais de apoio à deficiência, aulas presenciais para os 11.º e 12.º anos, e a reabertura de algumas lojas de rua, cafés, restaurantes, museus, monumentos e palácios.

Portugal regista 1.190 mortes relacionadas com o novo coronavírus, mais seis do que na quinta-feira, e 28.583 infetados, mais 264, segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Direção Geral da Saúde.

. / AG