O grupo de portugueses que viajavam a bordo do cruzeiro MSC Fantasia testaram negativo para o Covid-19.

Os resultados das análises foram conhecidos na madrugada de segunda-feira, pelo que alguns portugueses já abandonaram o navio.

A TVI sabe que alguns portugueses optaram por ficar na embarcação, para dar apoio aos familiares que continuam retidos, e serão novamente testados antes de saírem.

No total, cerca de 1300 pessoas ainda estão no MSC Fantasia e serão testados para o coronavírus esta terça-feira.

A bordo do navio viajavam 1.338 passageiros, de 39 nacionalidades (incluindo portuguesa), e 1.247 membros da tripulação, de 50 nacionalidades.

A última escala que fez foi em Maceió, também no Brasil, em 13 de março de 2020, e desde essa data tem estado a navegar em direção a Lisboa.

Segundo o Porto de Lisboa, as autoridades competentes, em conjunto com a MSC Cruises, estão “a desenvolver esforços que lhes permitam repatriar os passageiros que viajam no MSC Fantasia com a maior celeridade possível”.

Os passageiros portugueses, depois do desembarque, irão ficar 14 dias em quarentena nas suas residências.

Para os passageiros estrangeiros, a MSC Cruises irá fretar 'charters' para os diferentes países de origem “e será criado um corredor entre o porto e o aeroporto de Lisboa durante os próximos dias, para que os passageiros sejam evacuados por avião”.

/ RL