Um utente entre os 22 infetados pela covid-19 no Lar de São Miguel, em Arruda dos Vinhos, morreu, disse esta quarta-feira o delegado de saúde local.

Pompeu Balsa disse à agência Lusa que um utente da instituição, que estava internado no Hospital de Vila Franca de Xira, veio a falecer por covid-19.

Desde que o surto começou no lar, o número total de casos de infeção subiu de 20 para 22, dos quais 20 são utentes e dois são funcionários, sendo que nenhum ainda recuperou.

O delegado de saúde adiantou que, além do óbito, um outro utente foi internado no Hospital de Vila Franca de Xira e os restantes estão "assintomáticos e em isolamento profilático" na instituição.

Através da página da rede social Facebook do município, o presidente da câmara, André Rijo, informou que "as coisas estão a evoluir favoravelmente" e que os infetados "estão a ser acompanhados por equipas da Segurança Social, Saúde e câmara municipal", que "tudo estão a fazer para que nenhum cuidado falte".

O surto começou, depois de um utente acusar positivo após se ter deslocado à urgência por outra razão", motivo pelo qual, no dia seguinte, foram testadas 33 pessoas ligadas ao lar, entre utentes e funcionários.

Um dos profissionais infetados não trabalha a tempo inteiro no lar.

Os utentes positivos e negativos foram separados dentro do lar.

Arruda dos Vinhos, no distrito de Lisboa, regista um total de 82 casos confirmados, dos quais 41 estão ativos, 39 recuperaram e dois morreram, de acordo com o boletim epidemiológico divulgado hoje pela Comunidade Intermunicipal do Oeste, a que pertence o município.

/ HCL