Soam os alarmes com o aumento de casos de covid-19 na região de Lisboa e Vale do Tejo: nas últimas 24 horas foram registados 250 novos casos, um valor muito acima da média das últimas semanas.

Para encontrar um valor aproximado deste é preciso recuar até 29 de abril, quando foram contabilizados 186 casos nesta região.

Depois disso, os números desceram. Nos primeiros dez dias de maio, o número de casos novos raramente ultrapassou os 100. Mas, desde dia 13, a tendência parece ser de subida. Na terça feira foram já 175 os casos em Lisboa. E esta quarta-feira são 250.

Será que este aumento poderá estar relacionado com os festejos do Sporting no passado dia 11? Nessa noite, milhares de pessoas festejaram a vitória no campeonato de futebol junto ao estádio de Alvalade e, depois, no Marquês de Pombal, contrariado a regra do distanciamento social e muitas delas sem máscara no rosto. 

O investigador Carlos Antunes, ouvido pela TVI, lembra que estes 250 novos casos de hoje podem ser exames que estavam em atraso e que só agora foram comunicados. Se for esse o caso, "iremos voltar à média, que até aqui estava nos 150 novos casos por dia em Lisboa e Vale do Tejo", diz.

Se continuar a aumentar, se voltarem a ser mais de 200, então aí estará definida uma tendência e poderemos voltar a analisar ao pormenor se estão em faixas etárias associadas aos festejos do Sporting."

É no grupo entre os 18 e 29 anos que se concentram as atenções. Esta é a faixa etária onde o aumento de contágios é mais expressivo desde o dia 16, ou seja cinco dias depois dos festejos. No entanto, Carlos Antunes insiste que é preciso esperar mais alguns dias para ver, uma vez que "a incidência ainda é relativamente baixa".

Luiza Alagoa