A task-force da vacinação contra a covid-19 suspendeu a modalidade "casa aberta", devido à redução de vacinas causada pela suspensão de um lote da marca Janssen.

A modalidade "casa aberta" está disponível para os maiores de 40 anos. Ou seja, acima desta faixa etária, já não é preciso marcação para a vacina, bastando consultar os horários disponíveis em cada centro e aparecer para ser vacinado.

"Tendo em conta a suspensão de um lote de vacinas da marca Janssen, conforme divulgado por nota à imprensa do Infarmed de 14 de julho, e a consequente redução na disponibilidade de vacinas, foi decidido suspender, de imediato, modalidade “casa aberta”. Esta será retomada logo que possível", diz o comunicado da task-force.

O lote em causa diz respeito ao centro de vacinação de Mafra, onde utentes desmaiaram depois da toma da vacina da Janssen.

Num curto comunicado enviado para as redações, a autoridade nacional do medicamento explicou que as medidas surgem “no seguimento dos casos de reações adversas (síncope), notificados com a vacina da Janssen, no centro de vacinação de Mafra”.

Segundo aquela autoridade de saúde, “não foram reportados, até à presente data, suspeitas de defeito de qualidade deste lote noutros centros de vacinação em que o mesmo está a ser utilizado”.

O Infarmed decidiu dar início a um processo de investigação da qualidade das unidades remanescentes da vacina naquele local de vacinação, assim como, suspender este lote até as devidas averiguações estarem concluídas”, acrescenta.

A task-force garante agora que a modalidade "casa aberta" será retomada logo que possível. 

Catarina Pereira