A Polícia Judiciária identificou e deteve um homem acusado de crimes de abuso sexual de crianças, devassa da vida privada e pornografia de menores. 

De acordo com a autoridade, os crimes terão tido início no ano de 2020 e ocorreram com mais frequência na habitação, em Matosinhos, onde o suspeito residia com a companheira e as enteadas menores.

Os agentes detetaram que o suspeito, um eletromecânico de 45 anos, chegou a instalar câmaras ocultas em várias zonas da casa e na viatura onde transportava as meninas, "com o intuito de obter imagens das menores nomeadamente sem roupa".

Estas imagens terão sido partilhadas pelo menos com um amigo através de correio eletrónico.

A Polícia Judiciária destaca que, para além de vigiar as filhas da companheira, o detido chegou a tocar por diversas vezes nas zonas corporais íntimas de uma das menores.

O suspeito vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.