Uma festa ilegal com mais de vinte pessoas numa vivenda em Vilamoura foi encerrada pela Guarda Nacional Republicana esta sexta-feira, anuncia aquela força.

Em comunicado, a GNR esclarece que os militares responderam a uma denúncia por volta das 22:00 horas. Os militares deslocaram-se de imediato ao local. "Ao chegarem perto da residência, constataram ser perfeitamente audível o ruído de música proveniente do interior da mesma, tendo ainda constatado que se encontravam diversos carros parqueados à porta".

Os militares conseguiram entrar em contacto com o responsável pela habitação, tendo lhe sido dada ordem para terminar de imediato a festa. Foram identificados todos os presentes no local e foram levantados mais de 20 autos de contraordenação por incumprimento ao dever geral de recolhimento domiciliário, bem como um auto de notícia pelo crime de propagação de doença.

Os factos foram remetidos para o Tribunal Judicial de Loulé.

A ação contou com o reforço do Destacamento de Intervenção (DI) de Faro.