A GNR pôs fim na terça-feira a um convívio ilegal de vários jovens na Mata Nacional do Bussaco, na Mealhada, no distrito de Aveiro, informou esta quinta-feira aquela força militar.

Em comunicado, a GNR esclarece que, na sequência de uma denúncia a informar do ajuntamento de várias pessoas naquela zona florestal, os militares da Guarda deslocaram-se ao local, deparando-se com "vários jovens a realizar um convívio”.

No decorrer das diligências policiais foram identificados cinco pessoas com idades compreendidas entre os 19 e os 24 anos", refere a mesma nota.

Ainda segundo a GNR, foram elaborados cinco autos de contraordenação por infração às regras impostas pelo estado de emergência em vigor.

A GNR recorda que, embora se trate de espaços ao ar livre, deverão ser respeitadas as medidas impostas pelo estado de emergência face à evolução da situação epidemiológica do país, estando proibidos a realização de convívios de qualquer natureza.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.611.162 mortos no mundo, resultantes de mais de 117,5 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 16.617 pessoas dos 811.948 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

/ HCL