Um homem com covid-19 que estava obrigado pelas autoridades de saúde a cumprir quarentena foi detetado no domingo a participar no casamento do irmão em Amares, distrito de Braga, disse fonte da GNR à Lusa.

Segundo a fonte, o caso já foi participado ao Ministério Público, incorrendo o suspeito nos crimes de desobediência e de propagação de doença contagiosa.

A GNR recebeu uma denúncia dando conta da situação e dirigiu-se ao local, uma quinta em Prozelo, mas o suspeito, ao aperceber-se da presença dos militares, pôs-se em fuga por entre os vinhedos da quinta e não foi intercetado.

No entanto, a GNR garante que já tem a identificação do suspeito e que já participou o caso ao Ministério Público.

“O caso vai agora baixar a inquérito”, acrescentou a fonte, que não soube especificar o número de pessoas que participava no casamento.

 

/ CP