José Alberto Carvalho abriu, esta terça-feira, o Jornal das 8 com um pedido de desculpas ao Norte pela frase exibida numa reportagem na segunda-feira.

"A frase percorreu toda a internet em poucas horas e suscitou uma enorme onda de protestos. É obviamente uma frase errada e infeliz. e nunca devia ter sido escrita nem exibida. Nem aqui nem em jornal nenhum. Foi um erro. E peço desculpa, em nome da redação da TVI. Peço desculpa, não por obrigação ou porque fica bem, ou porque outros já o fizeram. Peço desculpa por convicção", começou por dizer o pivô dos jornal da TVI.

José Alberto Carvalho lembrou ainda que os portugueses, sejam de que região forem, "importam-se quando falam da sua região num tom errado ou injusto".

"As pessoas do norte importam-se quando falam da sua região num tom errado ou injusto. As pessoas de Lisboa ou dos Açores ou da Madeira ou do Minho ou de Trás-os-Montes, ou do Alentejo, seja de onde for, importam-se quando falam da sua terra com pouco respeito. Quando falam de Portugal sem respeito, nós importamo-nos todos. E é isso que nunca pode estar em causa, porque nunca esteve. A reação de quem viu apenas a frase, fotografada num post das redes sociais, só pode ser de indignação. É totalmente legítimo, se isso não tivesse acontecido é que seria dramático para o norte e para o país".

O jornalista diz esperar que "estas palavras mereçam uma atenção semelhante, porque se destinam a defender a verdade".

"E a verdade é esta: os dados da pandemia apresentados pelas autoridades de saúde podem induzir-nos em erro como acontece sempre que a estatística entra em ação".

José Alberto Carvalho / publicado por Andreia Miranda