As autoridades de saúde administraram um recorde de vacinas nas últimas 24 horas. De acordo com fonte da task-force, mais de 141.500 inoculações foram realizadas desde segunda-feira.

Segundo a mesma fonte, este objetivo foi alcançado através de "um esforço adicional" dos profissionais de saúde. Este número segue em linha com o plano do coordenador da task-force para a vacinação que, no sábado, explicou que Portugal iria acelerar o ritmo de vacinação devido à rápida disseminação da variante Delta de SARS-CoV-2, prevendo que seja possível vacinar cerca de 850 mil utentes por semana.

Até ao momento, já foram realizadas 8,770 milhões de inoculações em Portugal Continental, sendo que 3,568 milhões de pessoas já terminaram o esquema vacinal.

O número de primeiras doses administradas também ascendeu esta segunda-feira aos 5,203 milhões.

Em todo o território nacional, no entanto, a meta das nove milhões de vacinas administradas já foi ultrapassada. Portugal conta já com um total de 9.138.620 de inoculações.

O recorde de vacinas administradas surge também no mesmo dia em que a ministra da Saúde avançou à TVI que a vacinação para os menores de 18 anos pode ser possível antes do final de agosto, desde que o fluxo de vacinas continue a correr como esperado.

Aquilo que nós estimamos é seguirmos este plano que temos e com as quantidades de vacinas a continuarem a chegarem-nos conseguirmos abrir na última semana de agosto vacinação para os menos de 18 [anos]”, adiantou Marta Temido.

De acordo com a governante, a vacinação nos menores de 18 só será possível só se forem cumpridos os planos de vacinação.

Esta segunda-feira, o autoagendamento passou a estar disponível para os maiores de 27 anos, num dia em que foi possível testemunhar longas filas em centros de vacinação na Ajuda e no Pavilhão Carlos Queiroz em Carnaxide.

Gouveia e Melo, o responsável pela vacinação contra a covid-19, reagiu à demora naquele centro de vacinação, sublinhando que era expectável.

Já era expectável que isto acontecesse esta semana, face ao número de vacinas que vamos dar, mas é indesejável que as pessoas estejam tanto tempo na fila e vamos tentar melhor o processo”, disse o vice-almirante

Administradas mais de 232 mil vacinas na Madeira

Até ao dia 4 de julho, foram administradas na Região Autónoma da Madeira, 232 172 vacinas contra a covid-19, desde o dia 31 de dezembro de 2020.

As pessoas vacinadas integram os grupos prioritários definidos no Plano Regional de Vacinação contra a covid-19 na RAM, de acordo com a alocação das vacinas à região.

Do número total de vacinas administradas (232 172), 131 130 correspondem a administração da primeira dose e 101 042 foram segundas doses da vacina. Isto significa que 40% da população residente tem já a vacinação completa e 52% uma dose da vacina.

Na semana em análise, foram administradas 22 210 vacinas, das quais 9927 foram primeiras doses e 12 283 segundas doses de vacina. A destacar o facto de o concelho do Porto Moniz ter ultrapassado a taxa dos 70% da população residente com pelo menos 1 dose da vacina. Recorde-se que o primeiro concelho a alcançar tal meta foi o Porto Santo.