A primeira tranche de cerca de 32 mil doses da vacina da Johnson & Johnson já chegou a Portugal, confirmou fonte do Infarmed.

Ao que a TVI conseguiu apurar, junto de fonte do Ministério da Saúde, as vacinas deverão ser armazenadas até a Agência Europeia do Medicamento dar luz verde para o início da inoculação.

A notícia surge após a farmacêutica ter decidido adiar o lançamento das vacinas contra a covid-19 na Europa, tendo já notificado as autoridades europeias. "Uma decisão que surge no sentido de avaliar situações ocorridas nos Estados Unidos e de dar uma maior confiança aos cidadãos europeus", afirma o Ministério da Saúde.

A Agência Europeia do Medicamento salientou, no entanto, que os benefícios relacionados com a vacina contra a covid-19 da vacina superam os riscos, mas remeteu uma decisão para a próxima semana.

Enquanto a sua revisão está em curso, a EMA continua a considerar que os benefícios da vacina na prevenção da covid-19 superam os riscos de efeitos secundários”, declara o regulador europeu em comunicado de imprensa divulgado esta quarta-feira.

A tranche chegou a Portugal, vinda da Bélgica, antes do previsto, já que, no calendário, as vacinas deveriam chegar na madrugada desta quinta-feira. 

A vacina da gigante farmacêutica norte-americana é de apenas uma dose e é 85% eficaz na prevenção de formas graves de covid-19.

Em abril, Portugal já recebeu perto de 830 mil doses de vacinas. Cerca de 500 mil são da Pfizer, 70 mil da Moderna e 260 mil da AstraZeneca, que continua a ser dada a pessoas com mais de 60 anos.

Segundo fonte da task-force confirmou à TVI, os objetivos do plano de vacinação mantêm-se e não estão comprometidos.

Este mês, ainda está prevista a chegada de perto de um milhão de vacinas.