A PSP encerrou no domingo bares e restaurantes no distrito de Lisboa, por estarem a funcionar em incumprimento às normas de combate à covid-19, e deteve um dos proprietários por injúrias à polícia, foi esta quinta-feira anunciado.

Em comunicado, o Comando Metropolitano de Lisboa (Cometlis) avançou que, na madrugada de domingo, pelas 01:20, encerrou vários estabelecimentos de restauração e bebidas por estarem a funcionar em incumprimento às normas implementadas pelo Governo.

De acordo com o Cometlis, na sequência da operação, um dos prioritários foi detido por injúrias aos polícias.

Os polícias da esquadra de São João da Talha procederam ao encerramento de um bar que se encontrava com música em níveis extremamente ruidosos para a vizinhança, tendo ainda no seu interior cerca de 50 clientes a consumir bebidas alcoólicas”, salientou a PSP.

Segundo as autoridades policiais, no decorrer do encerramento do estabelecimento, o proprietário “injuriou os polícias que se encontravam no local”, tendo sido detido de imediato.

O proprietário do bar foi presente a primeiro interrogatório judicial, onde lhe foi decretada a medida de coação de termo de identidade e residência.

Foram ainda levantados os respetivos autos de notícia por contraordenação, por desrespeito às normas impostas no âmbito da pandemia”, acrescentou o Cometlis.

De acordo com a PSP, a operação policial ocorreu na madrugada de domingo, através da Divisão Policial de Loures e Odivelas, no sentido de garantir o cumprimento das regras definidas para conter a pandemia, em especial ao nível dos horários de encerramento de estabelecimentos comerciais e do consumo de bebidas alcoólicas e ajuntamentos na via pública.

O Governo anunciou no sábado que 121 municípios, entre os quais Loures, estão abrangidos, desde quarta-feira, pelo dever cívico de recolhimento domiciliário, novos horários nos estabelecimentos e teletrabalho obrigatório, salvo "oposição fundamentada" pelo trabalhador, devido à covid-19.

Os restaurantes nestes 121 concelhos do continente – uma lista que será revista a cada 15 dias - não podem ter mesas com mais de seis pessoas e a sua hora de fecho passa a ser às 22:30.

Os estabelecimentos comerciais têm de fechar, na generalidade, às 22:00. Porém, de acordo com o Governo, o presidente do município pode fixar um horário de encerramento inferior ao limite máximo estabelecido, mediante um parecer favorável da autoridade local de saúde e das forças de segurança.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,2 milhões de mortos em mais de 47,5 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 2.694 pessoas dos 156.940 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

/ CE