A PSP vai reforçar a fiscalização a partir desta sexta-feira na Área Metropolitana de Lisboa (AML), incidindo as ações sobretudo no controlo junto das pessoas que viagem de comboio, autocarro e avião.

Vamos direcionar ações para as pessoas que se pretendem movimentar para fora da AML, tanto em transporte individual, como transporte coletivo de passageiros, seja aeronáutico, ferroviário e rodoviário”, disse à agência Lusa o porta-voz do Comando Metropolitano de Lisboa (Cometlis) da PSP, comissário Artur Serafim.

Em paralelo, é sabido que PSP e GNR estão também a fazer controlo em todos os pontos de acesso, pedindo aos condutores de viaturas privadas que comprovem a razão da deslocação.

Na quinta-feira, o Conselho de Ministros anunciou que a proibição de circulação para dentro ou para fora da Área Metropolitana de Lisboa vai manter-se este fim de semana, entre as 15:00 desta sexta-feira e as 06:00 de segunda-feira, salvo as exceções previstas na lei, devido ao aumento de casos de covid-19 nesta zona.

Segundo o Governo, podem entrar e sair da Área Metropolitana as pessoas que tenham um certificado digital ou teste negativo à covid-19.

O porta-voz do Cometlis precisou que o controlo policial vai incidir essencialmente junto das pessoas que pretendam entrar ou sair da AML de comboio, autocarro e também através do aeroporto, ressalvando que não estão abrangidos nesta fiscalização os turistas.

Artur Serafim afirmou que a PSP vai controlar a documentação que ateste que a pessoa pode deslocar-se, nomeadamente verificar se tem o certificado digital ou o comprovativo do teste de diagnóstico à covid-19 negativo.

O comissário esclareceu que o teste pode ser de laboratório, feito 72 horas antes da deslocação, ou rápido, realizado 48 horas, e que o certificado pode ser apresentado em formato físico ou digital.

O porta-voz do Cometlis disse ainda que, na semana passada, a PSP direcionou as ações para a sensibilização, mas esta semana estará “mais numa atitude de fiscalização e de controlo”.

Esta operação da Polícia de Segurança Pública de controlo à circulação na AML vai incidir nos distritos de Lisboa e de Setúbal.

Também a GNR já anunciou que vai voltar a realizar a partir de hoje uma operação para fiscalizar e controlar a circulação de e para AML, estando “particularmente atenta” aos movimentes nos principais eixos rodoviários e ferroviários.

/ AG