Há quatro farmácias encerradas, depois de terem registado casos de infeção pelo novo coronavírus em elementos das suas equipas. De acordo com a Associação Nacional de Farmácias (ANF), trata-se de duas farmácias do distrito do Porto, que suspenderam atividade a 12 de março, uma do distrito de Aveiro e outra no distrito de Lisboa, que encerraram já na última segunda-feira, dia 16. 

A rede de farmácias oferece sempre aos cidadãos alternativas de proximidade, mas estes casos reforçam a necessidade das medidas de proteção das equipas que têm sido tomadas pelas farmácias", refere Nuno Flora, Secretário-Geral da ANF.

A ANF apela à população que tome medidas também para proteger os profissionais das farmácias. Pede aos cidadãos com sintomas suspeitos de COVID-19 que contactem primeiro a linha SNS24 e a todas as pessoas que "devem também planear as suas visitas às farmácias antes de saírem de casa".

Devem elaborar a lista dos medicamentos que pretendem, organizar as receitas em papel e preparar as mensagens de telemóvel com as receitas eletrónicas. Sempre que possível, devem contactar previamente a sua farmácia pelo respetivo telefone ou e-mail", apela a ANF em comunicado.

A ANF apela ainda a que, na farmácia, se respeitem as distâncias de segurança para os postos de atendimento e outros doentes, seguindo sempre as indicações dos farmacêuticos.

Os portugueses têm sido de um grande civismo e assim deve continuar a ser, para garantirmos que a rede de farmácias continua em funcionamento pleno em todo o território", apela Nuno Flora.

/ MM