O aeroporto de Faro volta a registar, este domingo, longas filas devido ao regresso antecipado dos turistas britânicos ao Reino Unido.

À semelhança do que aconteceu ontem, são muitas as famílias que estão a antecipar o regresso a casa para evitarem a quarentena no regresso ao país e também para evitarem pagar muito mais por um bilhete de avião. 

A decisão de saída de Portugal da “lista verde” surge apenas três semanas depois de o Governo britânico ter tomado uma decisão em sentido contrário, criando expectativas positivas no turismo algarvio e nacional, que agora se viram frustradas.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 3.704.003 mortos no mundo, resultantes de mais de 172 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Lara Ferin