O Santuário de Fátima atingiu a lotação máxima de 6.000 pessoas e viu-se obrigado a fechar portas, este domingo.

Pouco depois das 12:00, os peregrinos já estavam a ser impedidos de entrar no recinto.

A decisão surrpreendeu quem planeava estar hoje em Fátima, num dia que seria, teoricamente, mais tranquilo. 

Foi atingido o limite previsto de presenças no interior do recinto de oração, motivo pelo qual as portas foram encerradas nessa altura e as pessoas que se encontravam no exterior foram encaminhadas para outras zonas para não se criarem aglomerações de pessoas”, explicou o capitão da GNR David Ferreira, à TVI.

Segundo o responsável, "as pessoas acataram bastante bem as ordens dadas pelas autoridades".

A missa deste domingo serviu de teste para as cerimónias da próxima terça-feira, de 13 de Outubro.

Ainda de acordo com o capitão David Ferreira, os peregrinos que se deslocaram este domingo ao Santuário "estavam sensibilizados para o distanciamento social e o uso da máscara".


 

António Pereira Gonçalves / atualizada às 14:44