Um homem de 62 anos, suspeito de violência doméstica, foi detido no concelho da Covilhã por posse ilegal de armas, anunciou esta sexta-feira o Comando Territorial de Castelo Branco.

A GNR especifica, num comunicado, que a detenção ocorreu na quinta-feira, "na sequência de uma denúncia de violência doméstica".

A alegada vítima "de violência física e psicológica" é a mulher do suspeito e tem 63 anos, segundo a mesma fonte.

A GNR acrescenta que, "no decorrer das diligências, os militares apreenderam um revólver e uma arma de alarme e 59 munições, por falta de documentos".

As armas e as munições foram entregues aos militares pelo próprio", lê-se no mesmo comunicado.

O detido vai ser presente esta sexta-feira ao Tribunal Judicial da Covilhã para aplicação de medidas de coação.