Uma menina com dois anos morreu, esta quarta-feira, de forma súbita numa farmácia em Queluz. O alerta foi dado às 17:42. 

Fonte dos Bombeiros Voluntários de Queluz disse à TVI que a criança morreu na farmácia Azeredo. A mesma fonte adiantou que foram efetuadas manobras de suporte básico de vida, iniciada pelos bombeiros à chegada ao local, e foi tentada a desfibrilhação, mas não havia indicação para ser aplicada e não foi possível reverter a situação. 

Ao que a TVI conseguiu apurar no local, a mãe da menina tinha ido com a filha, que tinha problemas cardíacos e aguardava tratamento, à farmácia e a menina morreu de forma súbita.

No local, além dos Bombeiros de Queluz, esteve a VMER do Hospital Fernando da Fonseca (Amadora-Sintra) e uma ambulância de Suporte Imediato de Vida (SIV). Também foi encaminhada para o local uma equipa dos psicólogos do INEM, apoiada pelos bombeiros de Queluz e de Dafundo e pela PSP.

A menina faria três anos no próximo mês.