Um casal de comerciantes madeirenses, emigrados na África do Sul há 50 anos, foi encontrado morto no seu pequeno negócio de restauração que tinha em Christiana. As vítimas são Dinis Fernando, de 74 anos e Maria Gorete Silva, de 71.

Segundo o comunicado da polícia sul-africana, Dinis e Maria Gorete foram encontradas amarrados e ambos terão sido assassinados com golpes de facada no pescoço.

O documento diz ainda que o alerta foi dado na manhã de domingo, que há uma “investigação em curso” e que a motivação do crime ainda não é “conhecida”.

O Jornal da Madeira falou com a única filha do casal, Helena Silva, que já nasceu em Joanesburgo, na África do Sul.

Ao jornal, a mulher, de 44 anos, disse que os seus pais abriram o estabelecimento comercial como habitualmente o faziam e que, pouco depois, o alerta foi dado por uma pessoa que passava na rua e que estranhou estar um par de sapatos à entrada e uma porta de segurança entreaberta.

 
Lara Ferin