Um homem de 39 anos foi detido, na sexta-feira, no Metropolitano de Lisboa, por ser suspeito de cinco roubos de telemóveis nas estações de transporte público, aguardando julgamento em prisão preventiva, avançou esta terça-feira a Polícia de Segurança Pública (PSP).

Atuando no Metropolitano de Lisboa, o detido percorria as carruagens e estações até encontrar passageiros a utilizar o telemóvel, no sentido de selecionar as vítimas, indicou a PSP, explicando que o suspeito esperava que o metro chegasse a uma estação e, "no exato momento em que soava o sinal de fecho de portas", concretizava o roubo.

Aproximava-se por detrás e, com um forte puxão, arrancava os telemóveis das mãos das proprietárias, chegando mesmo a arrastar as vítimas consigo", adiantou a polícia, em comunicado.

Com este tipo de roubo "a acontecer com bastante frequência no Metropolitano de Lisboa", a PSP prontamente iniciou as investigações, através das descrições e características dadas pelas vítimas, o que resultou na detenção do suspeito, um homem de 39 anos.

A detenção ocorreu em flagrante delito, na sexta-feira, pelas 16:15, na rede do Metropolitano de Lisboa, "após ter efetuado mais um roubo a uma mulher a quem subtraiu um telemóvel no valor de 300 euros".

Presente ao Juiz de Instrução Criminal para ser sujeito a 1.º interrogatório judicial, o suspeito ficou sujeito à medida de coação mais gravosa, aguardando julgamento em prisão preventiva, informou a PSP.

Ainda no Metropolitano de Lisboa, a polícia deteve, no sábado, pelas 17:30, um homem de 33 anos, por se encontrar ilegal em território nacional.

O detido, que circulava no Metropolitano de Lisboa, foi interpelado no interface de Sete Rios, no intuito de apurar o motivo pelo qual este se encontrava em deslocação", referiu a PSP, acrescentado que o homem suscitava "dúvidas acerca da sua situação em território nacional".

No âmbito das diligências para saber a situação do detido, a polícia verificou que se encontrava ilegal em Portugal, pelo que, após ser presente a tribunal, ficou sujeito a medida de coação de termo de identidade e residência.

/ Publicado por Henrique Magalhães Claudino