Um homem de 41 anos é suspeito de disparar sobre um casal e os dois filhos, quando estes regressavam de uma caminhada, ao início da madrugada desta sexta-feira. Em comunicado, a Polícia Judiciária da Guarda anuncia que o homem foi detido, fora de flagrante delito, por suspeita de quatro crimes de homicídio qualificado na forma tentada e um crime de dano com violência, todos levados a cabo com arma de fogo.

O crime aconteceu esta sexta-feira de madrugada, em Pinhanços, no concelho de Seia.

As quatro vítimas são um casal e dois filhos, com idades compreendidas entre os 22 e os 41 anos. Foram todas atingidas com tiros de caçadeira, enquanto se tentavam proteger “atrás do portão da residência”. A agressão terá sido motivada por “questões fúteis, decorrentes de uma eventual relação extraconjugal com uma familiar” das vítimas.

Todas as quatro vítimas necessitaram de tratamento hospitalar. Duas delas permanecem internadas por causa da gravidade das lesões, embora não corram risco de vida.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) da Guarda disse à agência Lusa que o alerta para a ocorrência foi dado pelas 01:00.

Os quatro feridos, dois com gravidade e dois ligeiros, foram transportados pelos Bombeiros Voluntários de Seia para o serviço de urgências do Hospital Sousa Martins da Guarda, segundo o CDOS.

Estiveram no local cinco viaturas e dez elementos dos Bombeiros Voluntários de Seia, da Ambulância de Suporte Imediato de Vida (SIV) de Seia, da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) da Guarda e da GNR, de acordo com o CDOS da Guarda.

O detido vai ser presente às autoridades judiciárias, com vista à aplicação de medidas de coação tidas por adequadas.

Manuela Micael / Com Agência Lusa. Atualizada às 12:44