Uma menina de cinco anos que desapareceu esta segunda-feira enquanto brincava num parque em Nova Jérsia, nos Estados Unidos, foi provavelmente raptada, afirma a polícia local.

Dulce Maria Alavez foi vista pela última vez esta segunda-feira, em Bridgeton City Park, a brincar com o irmão mais novo. Segundo a polícia de Bridgeton, Nova Jérsia, a menina terá sido encaminhada para uma carrinha vermelha com uma porta deslizante por um homem, possivelmente hispânico, que a sentou no banco de trás, antes de fugir do local pelas 16:20 horas.

A mãe da criança, Noema Perez, de 19 anos, disse às autoridades que levou os dois filhos de carro até ao parque por volta das 16:00 horas e deixou Dulce e o irmão a brincar nos baloiços enquanto esperava no carro, estacionado a cerca de 30 metros do parque, com outra criança da família. 

Dez minutos depois, o irmão de três anos regressou ao carro, queixando-se de não conseguir encontrar a irmã. Quando a mãe voltou ao local, não conseguiu encontrar a filha. Noema Perez procurou por Dulce no parque durante cerca de uma hora antes de contactar a polícia.

Só quero encontrá-la e saber que está tudo bem. Que nada de mal lhe aconteceu", disse a mãe ao canal de televisão CBS Philly.

O homem foi descrito pelo departamento da polícia como tendo entre 1,50 e 1,80 metros e uma “estrutura magra, sem barba e com acne”. A polícia afirmou também ao canal NBC Philadelphia que o suspeito tinha vestido uma camisa preta, calças vermelhas e ténis cor-de-laranja.

Um alerta para todo o estado de Nova Jérsia foi emitido esta terça-feira à noite, depois de a polícia “entrevistar e voltar a entrevistar testemunhas” no parque, afirmou o chefe da polícia de Bridgeton, Michael Gaimari, na página de Facebook.

Existem vários armazéns perto do local onde a menina terá sido raptada, mas a polícia ainda não revelou se tem pistas sobre o seu paradeiro. As buscas por Dulce têm estado a ser realizadas a pé, por helicóptero e com cães especializados.