A Polícia Judiciária (PJ) de Vila Real anunciou, esta quinta-feira à noite, a identificação e detenção de um homem de 26 anos, suspeito da morte de uma mulher de 25, na última madrugada, em Moimenta da Beira. Ao que a TVI apurou, o principal suspeito é um bombeiro que trabalha na corporação da localidade. 

"As diligências investigatórias, imediatamente desencadeadas após o conhecimento da situação, levaram à identificação do presumível autor, bem como à apreensão de vários elementos de prova", avança a PJ em comunicado.

O detido irá ser presente às autoridades judiciárias competentes, esta sexta-feira, para primeiro interrogatório judicial e aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

O alerta para o crime foi dado cerca das 08:00. “Foi dado conhecimento à GNR de que uma mulher de 25 anos estava morta no interior de casa”, avançou fonte da GNR citada pela Lusa.

A mulher morava na parte de cima da residência, com os dois filhos (de dois e cinco anos), e uma irmã e a mãe na parte de baixo.

Como trabalhava num bar de Moimenta da Beira, “deixou os filhos entregues à irmã que morava na parte de baixo da casa”, acrescentou.

A mesma fonte explicou que, esta manhã, quando a irmã foi à parte de cima da residência para preparar uma das crianças para a escola, “deparou-se com aquele cenário e logo de imediato chamou a GNR”.

A TVI falou, esta sexta-feira, que contou que estava na Suíça e que não encontra explicações para o crime. "Liguei para um bombeiro, a pessoa que a matou, estou em choque". Veja o testemunho no vídeo associado a este artigo.

/ MM/VC (Notícia inicialmente inserida às 22:34 de quinta-feira e atualizada às 11:30 de sexta-feira)