O Tribunal de Instrução Criminal do Porto mandou colocar sob vigilância eletrónica um homem do Porto que a GNR deteve por suspeita de maltratar a ex-companheira durante e após a relação, informou esta quinta-feira fonte policial.

Em comunicado, a GNR refere que o suspeito, de 20 anos, dirigiu à sua ex-companheira, de 19, injúrias, ameaças e agressões físicas.

O relacionamento de ambos durou quatro anos e tinham um filho em comum.

Ainda segundo aquela força policial, após a separação, o suspeito continuava com as ameaças pelas redes sociais, “expondo fotos de armas de fogo, como forma de intimidação, bem como a ameaçava de morte através de mensagens via telemóvel”.

Durante uma busca domiciliária, que tal como a detenção se realizou na quarta-feira, a GNR apreendeu ao arguido uma arma de fogo transformada, dois telemóveis e 89 doses de haxixe.

. / RL