A Polícia de Segurança Pública (PSP) de Lisboa anunciou esta quinta-feira que deteve, na Damaia, dois homens de 18 e 26 anos que quarta-feira estavam a assaltar um estabelecimento, com sequestro da proprietária e da funcionária, refere a Lusa.

De acordo com a PSP, a detenção foi feita em «flagrante delito» após os agentes que patrulhavam a área se terem apercebido de que dois homens tinham entrado num estabelecimento de venda de móveis e «apagaram as luzes interiores».

Os agentes «estranharam» este comportamento e «aguardaram cinco minutos», lê-se no comunicado hoje divulgado.

A polícia relata que após este compasso de espera confirmaram que se «tratava de um assalto», detendo «de imediato» os suspeitos que estavam encapuzados.

A PSP refere ainda que os dois homens «agrediram e imobilizaram a proprietária e a funcionária», de 69 e 39 anos respectivamente, sequestrando-as numa «dependência recôndita do estabelecimento».

No momento da intercepção, os assaltantes já tinham na sua posse a chave do cofre do estabelecimento, afirma a PSP.

Contudo, a polícia indica que neste assalto «não foram utilizadas armas".

A mesma fonte acrescenta que foram apreendidos os artigos que os suspeitos utilizaram para ocultar a identidade: um par de óculos de sol, um gorro em lã, um par de luvas, duas meias de vidro.

Esta força policial conta ainda que foi apreendida uma viatura que seria utilizada para a fuga.

Os dois detidos vão ser hoje ouvidos no Tribunal de Instrução de Criminal de Lisboa em primeiro interrogatório judicial.
Redação / CR