O juiz Neto de Moura vai processar todos aqueles que o criticaram nas televisões, nos jornais e nas redes sociais, desde políticos a humoristas.

Segundo avança o jornal Expresso, o juiz, autor de acórdãos e decisões polémicas, considera que a sua honra pessoal e profissional foram ofendidas.

Mariana Mortágua, Ricardo Araújo Pereira, Bruno Nogueira, Joana Amaral Dias e a Media Capital, dona da TVI, estão entre os visados.

Segundo o mesmo jornal, a equipa jurídica de Neto de Moura ainda está a apurar nomes.

A defesa argumenta que o juiz tem um passado profissional irrepreensível e que certas críticas ultrapassaram os limites do que é "aceitável num Estado de direito".

O juiz foi alvo de críticas depois de ter proferido acórdãos polémicos em que desvalorizou casos de violência doméstica.