Um pescador de 45 anos foi auxiliado esta segunda-feira pela Autoridade Marítima Nacional, em Ponta Delgada, após “ter sofrido um choque provocado por uma descarga elétrica” a bordo da embarcação, tendo sido transportado para o hospital em “estado grave”.

Ao chegarem ao local, os elementos da estação salva-vidas de Ponta Delgada verificaram que não havia condições de mar para efetuar o transbordo da vítima para a embarcação da estação salva-vidas e iniciaram manobras de reanimação a bordo da embarcação de pesca, tendo acompanhado a vítima até ao porto de Ponta Delgada”, adiantou a Autoridade Marítima Nacional, em comunicado de imprensa.

O alerta foi dado às 14:38 locais (15:38 em Lisboa) e a embarcação de pesca encontrava-se “a cerca de cinco milhas (aproximadamente nove quilómetros) do porto de Ponta Delgada”.

Segundo a Autoridade Marítima Nacional, a embarcação “atracou no porto de Ponta Delgada às 15:30 [locais], onde se encontravam os Bombeiros Voluntários de Ponta Delgada, que deram continuidade às manobras de reanimação e transportaram a vítima para o hospital em estado grave”.

Os elementos do navio da Marinha “NRP Viana do Castelo”, que se encontravam no porto de Ponta Delgada, “colaboraram na atracação do navio de pesca” e o comando local da Polícia Marítima de Ponta Delgada tomou conta da ocorrência.

/ AG