O descarrilamento de um comboio Intercidades na zona de Forno de Algodres, no distrito da Guarda, que não provocou vítimas, está a obrigar à retirada dos passageiros pelos bombeiros, anunciou esta sexta-feira a Proteção Civil.

De acordo com as informações disponibilizadas no ‘site’ da Proteção Civil, o alerta para o “descarrilamento ferroviário” foi dado às 19:47, estando envolvidos nas operações de socorro 28 operacionais e 11 viaturas.

Em declarações aos jornalistas na sede da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, em Carnaxide, Oeiras, o comandante Pedro Nunes disse não ter ainda muitas informações sobre “o acontecimento”, podendo apenas adiantar que se tratou “de um problema com o comboio Intercidades no distrito da Guarda” e que “uma composição está parada junto a Fornos” de Algodres.

Há equipas de socorro no local, mas não há feridos a registar”, salientou.

Ainda segundo o comandante da Proteção Civil, “neste momento estão a ser retirados os passageiros com recurso aos veículos dos bombeiros do distrito da Guarda” e, posteriormente, as pessoas serão encaminhadas pela CP para o seu destino, recorrendo a autocarros.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro da Guarda acrescentou à Lusa que seguiam no comboio, que fazia a ligação entre Fornos de Algodres e Coimbra, entre "50 e 70 passageiros". O descarrilamento ocorreu entre as estações de Fornos e Gouveia.

De acordo com a Infraestruturas de Portugal (IP), o comboio embateu numa pedra e descarrilou um 'bogie' (equipamento que suporta a instalação dos rodados, eixos e suspensão) da locomotiva.

Devido ao descarrilamento, a circulação na Linha da Beira Alta entre Gouveia e Fornos de Algodres encontra-se interrompida.

 

Troço Fornos de Algodres-Gouveia da Linha da Beira Alta operacional sábado de manhã

O troço Fornos de Algodres-Gouveia da Linha da Beira Alta, que hoje ficou inoperacional devido ao descarrilamento de um comboio Intercidades, deverá ser reaberto no sábado de manhã, informou fonte da Infraestruturas de Portugal (IP).

O comboio de socorro está a caminho para retirar a composição e a estimativa da IP é que a situação esteja normalizada na manhã de sábado”, referiu a mesma fonte, esclarecendo que “os trabalhos vão decorrer durante a noite e madrugada”.

É, contudo, necessário perceber se não haverá danos na infraestrutura ferroviária”, acrescentou.

O descarrilamento de um comboio Intercidades na zona de Forno de Algodres, no distrito da Guarda, que não provocou vítimas, obrigou à retirada dos passageiros pelos bombeiros, anunciou hoje a Proteção Civil.

O comboio mantém-se imobilizado ao quilómetro 148,000.